Política

Vale tudo: ‘O PT é um partido pragmático!’, diz José Eduardo Dutra, presidente do PT

Você lembra do Sindicalismo de Resultados, colocado em prática pela Força Sindical, que durante muito tempo foi criticado pela CUT e pelos petistas. Pois bem, para governar o país, o PT passou a adotar a política do vale tudo para conseguir alcançar os objetivos e agora chama do tudo isso de pragmatismo.

O  ex-senador e ex-presidente da Petrobras José Eduardo Dutra, lançado recentemente ao status de presidente do PT, admite que, depois de 30 anos, o partido transformou-se numa legenda pragmática. “O PT é um partido pragmático! Qualquer partido que queira governar, tem que ser pragmático”, afirma Dutra em entrevista publicada nesta quarta-feira (17.02) em O Globo.

Quando era a Força Sindical liderada pelo deputado federal Luis Antonio Medeiros,  o PT o chamava de pelego e fazia duras críticas ao comportamento do dirigente sindical. Pois é, a contradição é a marca do PT que se mostra o mais incoerente dos partidos. O PT é a personificação de Macunaíma o anti-herói nacional, sem caráter que se caracteriza pelas constantes metamoforses ideológicas.

O que as pessoas não se dão conta, é que vem ocorrendo  o maior estelionato político-ideológico dos últimos anos no Brasil. As mudanças são importantes, aprimorar e rever os pontos-de-vistas também são importantes. Só que não se pode chamar de política pragmática a possibilidade de criar uma casta de privilegiados com o aparelhamento do estado e a ocupação de cargos públicos, sem levar em cosideração a questão da meritrocacia.

Leitura recomendada:

O poder sindical do peleguismo

Luiz Medeiros e seu “sindicalismo de negócios”

Comente e publique no Facebook

Comentário(s)

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous post

Merval Pereira diz que PSDB pode rever possibilidade de lançar Aécio Neves como candidato do partido, pesquisas podem indicar mudança de rumo

Next post

Jornal do Comércio: "PSDB descarta Aécio como vice de Serra", caminho é o Senado