Política

TSE: contas de 2010 de Dima e Temer também passam a ser investigadas

Contas sob suspeita: beneficiária do Bolsa-Família denunciou que seu nome constava entre os doadores da campanha de Dilma.

Contas de 2014 de Dilma e Michel tem já estavam sendo investigadas pelo TSE

Fonte: Folha de S.Paulo

Além de 2014, campanha de Dilma e Temer de 2010 também é investigada

A ex-presidente Dilma Rousseff e seu então vice Michel Temer/Alan Marques-2.mar.2016-Folhapress
A ex-presidente Dilma Rousseff e seu então vice Michel Temer/Alan Marques-2.mar.2016-Folhapress

Um inquérito que chegou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) no meio deste ano investiga suspeitas de irregularidades na campanha de 2010 da ex-presidente Dilma Rousseff e do seu vice à época, o atual presidente, Michel Temer.

Por determinação do ministro Gilmar Mendes, atual presidente da corte, o procedimento foi encaminhado ao Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal, onde está tramitando.

A Folha apurou que o caso está relacionado a uma investigação iniciada em 2013 pela Polícia Civil do Mato Grosso.

“Cuida-se de inquérito policial encaminhado a esta Corte pelo Juízo da 12ª Zona Eleitoral de Campo Verde/MT, instaurado por requisição do Ministério Público Eleitoral daquela localidade para apuração de fatos e da autoria de possível prática de crime[…], supostamente cometido pelos responsáveis financeiros do PT, em razão de doações fraudulentas para a campanha presidencial nas eleições de 2010”, afirma Mendes em seu despacho.

Uma beneficiária do Bolsa-Família, programa do governo federal, procurou a delegacia da cidade de Campo Verde para prestar queixa de que seu nome constava entre os doadores da campanha de Dilma, embora, segundo ela, jamais tivesse contribuído.

Segundo pessoas com acesso à investigação ouvidas pela reportagem, a autora do boletim de ocorrência descobriu a suposta utilização indevida de seu nome ao receber uma ligação de um servidor do Ministério do Desenvolvimento Social.

Durante a conversa, ainda de acordo com um investigador, a beneficiária do Bolsa-família foi informada de que, oficialmente, havia uma doação de cerca de R$ 500 feita em nome dela.

Desde que Gilmar Mendes autorizou a abertura do processo, o caso está sendo investigado pela Superintendência da Polícia Federal em Brasília.

RESPONSÁVEIS

Nesta terça (6), o presidente do TSE enviou um ofício à PF informando que o presidente da República, Michel Temer, e a ex-presidente Dilma Rousseff são os responsáveis pela prestação de contas da campanha de 2010.

As informações foram solicitadas pela delegada encarregada de comandar a investigação cujo alvo são as contas da chapa presidencial daquele ano.

No comunicado, o ministro diz ainda que, além dos dois políticos, o então tesoureiro da campanha, José de Filippi Júnior, consta como um dos responsáveis pela administração financeira.

Mendes cita a legislação em vigor para justificar quem deve responder pelos documentos com dados relativos à arrecadação e aos gastos da chapa eleitoral.

“O candidato é solidariamente responsável com a pessoa indicada[…] pela veracidade das informações financeiras e contábeis de sua campanha, devendo ambos assinarem a respectiva prestação de contas”, diz o trecho da lei reproduzido pelo ministro.

TSE

No TSE, atualmente, há quatro ações que pedem a cassação da chapa formada por Dilma e Temer de 2014. Eles são acusados de abuso de poder econômico e político, além da suspeita de que recursos desviados da Petrobras abasteceram a campanha.

Comente e publique no Facebook

Comentário(s)

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous post

Pátria deseducadora: PT deixa era maldita no ensino médio

Next post

Temer sofre pressão da base, recua e já é contra reajuste para o STF