ÉticaPolítica

PSDB vai protocolar na Procuradoria Geral da República representação contra ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, por irregularidades no recebimento de benefícios trabalhistas

Fonte: O Globo

Requerimento de convocação

PSDB quer que PGR investigue Gleisi por irregularidades no recebimento de benefícios trabalhistas

A ministra da Casa Civil, GleisiHoffamnn, em foto de Gustavo Miranda
Como diretora financeira, ela pagou a si própria. Isso precisa ser investigado

BRASÍLIA – O PSDB decidiu protocolar na próxima semana na Procuradoria Geral da República (PGR) uma representação contra a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, por possíveis irregularidades no recebimento de benefícios trabalhistas após sua saída do cargo de diretora financeira de Itaipu Binacional em 2006. Pelo mesmo motivo, o partido vai apresentar um requerimento de convocação da ministra na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFF) da Câmara, para que ela preste esclarecimentos sobre o episódio.

Gleisi deixou o posto de diretora para disputar uma vaga ao Senado nas eleições de 2006. Segundo matéria publicada nesta quinta-feira pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, a ministra fez um acordo com o comando de Itaipu e trocou o motivo de sua saída de “exoneração a pedido” por “exoneração”. Com isso, ela pôde receber alguns benefícios destinados a funcionários demitidos. Numa estimativa feita pelo jornal, entre FGTS, férias proporcionais e outros benefícios, Gleisi conseguiu cerca de R$ 145 mil.

De acordo com o líder do partido na Câmara, deputado Duarte Nogueira (SP), o caso pode vir a ser caracterizado como improbidade administrativa e peculato.

– Como diretora financeira, ela pagou a si própria. Isso precisa ser investigado – disse o deputado.

O PSDB também vai apresentar um requerimento de convocação, a ser apresentado na CFF, que terá como alvo o ministro das Cidades, Mário Negromomnte. Segundo o partido, ele precisa dar explicações sobre matéria da revista “Veja” do último fim de semana. A matéria diz que o ministro propôs o pagamento de R$ 30 mil a deputados de seu partido – o PP – em troca de apoio. O ministro nega as acusações.

Link da matéria: http://oglobo.globo.com/pais/mat/2011/08/25/psdb-quer-que-pgr-investigue-gleisi-por-irregularidades-no-recebimento-de-beneficios-trabalhistas-925214890.asp#ixzz1W97OnhkY

Leia mais:

PASSAGEIROSPPS quer planos de voo de avião que teria transportado Gleisi e Paulo Bernardo

Comente e publique no Facebook

Comentário(s)

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous post

Vídeo revela que ministro das Comunicações Paulo Bernardo usou outro avião particular em ação do Governo Lula

Next post

Aécio Neves e Antonio Anastasia mobilizam militância e lideranças tucanas para eleições de 2012