EducaçãoPolítica

Professores em Minas da rede estadual encerram greve de 48 dias

Professores da rede estadual colocam ponto final na greve

Fonte: Mateus Castanha – Portal Uai

Os professores da rede estadual colocaram um ponto final na greve que já durava 48 dias. A decisão foi tomada no fim da tarde desta terça-feira, depois de uma assembleia geral realizada na Praça Carlos Chagas, em frente à Assembleia Legislativa, no Bairro Santo Agostinho, Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

No entanto, o fim da paralisação está condicionado à assinatura da proposta acordada noite dessa segunda, entre representantes do governo e do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG). Caso o documento não seja assinado pelo governador Antonio Anastasia, a categoria promete retomar a greve.

O acordo foi costurado nessa segunda, depois que o governo aceitou algumas das reivindicações apresentadas pelo Sind-UTE/MG, como a tramitação mais rápida do projeto de incorporação de vantagens ao salário e a garantia de que não haverá punições para os grevistas. Também ficou acordado o pagamento dos salários dos dias parados tão logo seja apresentado o calendário de reposição.

Batalha judicial

A pressão sobre os professores cresceu na última semana. Na terça, dia 18, a categoria optou, praticamente por unanimidade, pela manutenção da paralisação. O governo respondeu rápido e, dois dias depois, sinalizou com a possibilidade de demitir os grevistas.

Além disso, a Justiça bloqueou a conta bancária do Sind-UTE/MG e decidiu aumentar a multa em decorrência da greve de R$ 10 mil para 30 mil por dia, limitada a R$ 900 mil.

Por fim, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais autorizou, na sexta passada, a contratação de professores substitutos para a rede estadual, aumentado a pressão por um acordo.

Comente e publique no Facebook

Comentário(s)

8 Comments

  1. vinicius
    25/05/2010 at 21:27 — Responder

    Eu queria saber se a greve pode voutar ainda????
    E se nos alunos tera que pagar dias de sabados????
    por favor me respondem.

  2. Lorena
    25/05/2010 at 22:41 — Responder

    Olá Vinicius, é possível que a greve volte, mas, somente se os acordos não forem cumpridos.
    Para fechar o ano letivo vai ser necessário a realização de aulas nos sábados e feriados!

  3. stella
    26/05/2010 at 01:03 — Responder

    Eu gostaria de saber se as aulas ja voltam de imediato ou nao

  4. Jonatas
    26/05/2010 at 13:33 — Responder

    Olá gostaria de saber quando as aulas iniciam? sei que os alunos irão pagar o dia de sábado e feriado por motivo teve mais ou menos 48 dias de greve, e o sálário dos professores? estou na dúvida…

  5. maria madalena
    26/05/2010 at 21:31 — Responder

    NÃO QUERO QUE OS ESTUDOS SEJAM TIPO “ENCHENDO TRIPA”,QUERENDO FAZER O ATRASADO TUDO DE UMA VEZ.PACIÊNCIA VIU COLEGAS…

  6. FLÁVIA CALDEIRA BRANT COSTA
    26/05/2010 at 21:36 — Responder

    Stella as aulas retornam amanhã, e se o governo cumprir o documento que assinou não haverá mais greve, caso contrário….. Um abraço e boa aula,

  7. vinicius
    27/05/2010 at 19:45 — Responder

    valeu tirou minhas duvidas

  8. jay
    28/05/2010 at 14:29 — Responder

    Os professores fazem greve e sao os alunos que pagam.Porque se formar em Magistério se eles sabem das dificuldades.Tem professor(a maioria na verdade),que pensa que porque frequentou uma faculdade por um periodo de 4 anos tem o direito de fazer greve e de reinvindicar um salario de mais de 1300 reais;um salario completamente acima da media da populaçao.Faculdade hoje no Brasil é quase obrigatorio;e quando se termina é muito dificil de conseguir um bom emprego na area em que se formou.Eu li um artigo na internet de uma professora que respondeu uma aluna porque ela perguntou como ela faria com a greve porque ela estaria bloqueada para fazer algum tipo de concurso;a professora disse que o ensino é precario e que os alunos da rede publica sempre estarao atras dos outros que estudam em escola particular.E ela disse que o filho dela nunca estudaria em uma escola publica porque ela sabe que o ensino é pessimo;ela mesmo disse que quando ela està na sala de aula ela nao tem vontade nenhuma de dar aula.Isso é um absurdo e realmente me chocou.A que ponto chegamos?O governo nao paga o que tem que pagar,porque os professores nunca fazem por merecer.
    Chega de demagogias do tipo,Ah,voce nao é professor e nao sabe o que està dizendo!!!Tem gente que trabalha 44/50 horas semanais para ganhar um salario minino.
    E agora?é porque eles nao fizeram uma faculdadezinha?Tem gente no Brasil que compra diploma e se diz formado em alguma coisa!!!
    O governo tem que contratar quem quer trabalhar e quem aceita o salario proposto,quem nao quer tem que sair de imediato.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous post

Falta de Gestão: Consumidor paga mais por energia elétrica porque governo federal mantém subsídios de R$ 6 bilhões

Next post

Secretária de Planejamento e Gestão Renata Vilhena fala sobre o fim da greve dos professores e assinatura de acordo