Política

Correio Braziliense: “DEM defende Aécio como candidato da oposição”

DEM defende Aécio como candidato da oposição

Fonte: Alessandra Mello e Juliana Cipriani – Correio Braziliense

O presidente do DEM, deputado federal Rodrigo Maia (RJ), disse na segunda-feira (23/11) que a única chance de a oposição vencer as eleições presidenciais do ano que vem é escolhendo como candidato o governador Aécio Neves (PSDB). Para o parlamentar, Aécio tem mais condições do que o governador de São Paulo, José Serra, que também postula a indicação para disputar o Palácio do Planalto, de agregar apoio, principalmente entre os partidos que compõem a base aliada do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Nossa aliança é com o PSDB, mas para ganhar é com o Aécio”, disse Maia, que esteve na sede do partido em Belo Horizonte, onde foi lançado um sistema de integração da base de dados via internet.

Com os altos índices de avaliação do governo Lula, na opinião de Rodrigo Maia, é preciso criar um fato novo. “Nesse processo, o fato novo que tira partidos da base e desarticula a candidatura da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, é o governador de Minas”, afirmou. Maia considera positiva a aproximação de Aécio com o deputado federal Ciro Gomes (PSB) e afirmou que tanto ele como partidos como PP e PTB são bem vindos. Maia fez questão de destacar que sua defesa do nome de Aécio não significa nenhuma critica ao governador paulista. “Éque o presidente Lula tem a aprovação de 80% da população e precisamos entrar na sua base política para conseguir vencer essa eleição, que vai se dificílima”, defendeu.

Segundo Rodrigo Maia, PPS e o DEM estão “aflitos” com a indefinição sobre quem será o candidato tucano. O governador mineiro e a maioria dos diretórios do PSDB quer que essa definição ocorra até o fim do ano, mas Serra prefere que ela fique para março. Para o dirigente, é um risco deixar o presidente Lula fazendo pré-campanha sozinho e usando a máquina. “O governo, apesar de já está com índices expressivos de popularidade aumenta mais ainda , na minha avaliação exatamente porque o Lula navega sozinho e a oposição ainda está se organizando”, disse.

Maia garantiu que, independentemente de quem seja o candidato, DEM, PPS e PSDB vão estar juntos na disputa presidencial. Apesar da “aflição”, ele disse que o DEM vai respeitar o prazo que o PSDB definir. Também minimizou as sucessivas quedas de Serra nas pesquisas eleitorais. “É natural que num processo onde só o governo está no jogo e abusando da máquina pública qualquer um que estivesse com 40% ia cair”, afirmou. Para Maia, o candidato da oposição, seja qual for, chegará em junho com mais do que 30% da preferência do eleitorado e a partir daí será um novo jogo. O presidente do DEM se reuniu com o vice-governador Antonio Augusto Anastasia, pré-candidato à sucessão do Palácio da Liberdade, para tratar da aliança regional. O partido quer reeditar a aliança que elegeu o governador Aécio Neves nos dois mandatos, com o DEM participando da chapa majoritária, seja na vaga de vice ou de senador.

Link da matéria 

Comente e publique no Facebook

Comentário(s)

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous post

Eleições 2010 e Sustentabilidade: Delegação do Governo Aécio Neves vai à França mostrar experiência mineira na gestão de resíduos

Next post

Aécio Neves destaca importância econômica e social da Cidade Administrativa para Região Metropolitana de Belo Horizonte