Política

Ciro Gomes elogia Aécio Neves, critica ‘Fla-Flu partidário’ entre PSDB e PT e diz que essa atitude é ruim para o país

Em emissão do PSB, deputado criticou polarização da campanha e alianças de Lula

Fonte: Folha de São Paulo

Aliado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o PSB levou ontem ao ar programa em que prega alianças “mais íntegras” e insiste na tese de que seria temerário concentrar as fichas na candidatura da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) à Presidência. Protagonista do programa, o deputado Ciro Gomes disse que a polarização PT-PSDB impõe riscos à continuidade do governo Lula.

Sem citar nomes, mas os times de Lula e do governador de São Paulo, José Serra, Ciro alega que “não se pode nem pensar em perder a oportunidade” de consolidação das mudanças iniciadas por Lula.

“Esse clima de Corinthians e Palmeiras, esse Fla-Flu partidário que leva o cidadão-eleitor a votar no partido A com medo do partido B é ruim para o Brasil e muito arriscado para o projeto que estamos construindo”, afirmou.

Fazendo as vezes de porta-voz do PSB, Ciro afirma que “política não pode se reduzir a acordos em troca de cargos”.

“O PSB sabe que só se governa com alianças. Mas acreditamos que as alianças podem e devem ser mais íntegras.”

Ex-tucano e adversário de Lula em 2002 com o apoio do PFL (hoje DEM), Ciro alfinetou os aliados do governo ao dizer que muitos que se dizem amigos do presidente “faziam de tudo para derrubá-lo”.

“Eu e meu partido sempre estivemos firmes ao lado desse projeto liderado por Lula.”
No programa, exibido na noite de ontem, Ciro elogiou o governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), ao apresentar o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). Disse que os dois são os mais bem avaliados do país.

Desafeto do governador José Serra, Ciro chegou a declarar que desistiria da disputa em favor de Aécio.

Generoso em elogios a Lula, Ciro afirma, porém, que é preciso enfrentar os problemas que “sufocam o crescimento”. Na lista de benesses de seus governos, o PSB incluiu ações do governo Lula, como a transposição do São Francisco e a Transnordestina. (CATIA SEABRA)

Link: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc1902201020.htm

Comente e publique no Facebook

Comentário(s)

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous post

Jornal do Comércio: "PSDB descarta Aécio como vice de Serra", caminho é o Senado

Next post

ùltima pesquisa Ibope mostra que disputa eleitoral continua polarizada entre PSDB e PT