Aécio CunhaAécio NevesAécio Neves: choque de gestãoAntonio AnastasiaPolítica

“Após criticas à gestão tucana em MG, Anastasia cobra coerência de Hélio Costa”, publica Uol Eleições

Após criticas à gestão tucana em MG, Anastasia cobra coerência de Hélio Costa

Fonte: Rayder Bragon- UOL Eleições

O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB), cobrou nesta terça-feira (18) coerência do ex-ministro Hélio Costa, pré-candidato do PMDB ao governo estadual e que fez críticas à gestão do tucano Aécio Neves, que deixou o comando do Executivo mineiro em março deste ano. Até pouco tempo, Costa se mostrava admirador do ex-governador, mas mudou o discurso e adotou postura crítica em relação às suas ações.

Anastasia, pré-candidato tucano e apoiado por Aécio para tentar sucedê-lo, disse ter ficado surpreso com o classificou de “descompromisso com a realidade e com a verdade” do peemedebista, e afirmou que o que é importante em um homem público é a coerência. “As posições assumidas devem ser mantidas. Eu não vejo motivos para que antigos elogios, de repente, transformem-se em ácidas críticas”, afirmou.

“Em primeiro lugar o que nos causa um certo espanto e uma certa surpresa é o fato que durante todos esse últimos anos o parlamentar tenha feito elogios públicos ao governador Aécio Neves e ao nosso governo. Em segundo lugar, essas observações não estão coincidentes com a realidade, demonstrando então um desconhecimento pleno do que acontece em Minas Gerais”, disse Anastasia em entrevista concedida na Cidade Administrativa, sede do governo mineiro.

Para balizar a sua fala, o governador disse que o “choque de gestão”, carro-chefe do governo Aécio Neves e que segundo Hélio Costa recebeu “maquiagem” nos números, foi reconhecido até por Estados governados pelo o PMDB, caso do Rio de Janeiro, segundo o Anastasia, e também por organismos internacionais de crédito.

“Ele foi, inclusive, abonado, aplaudido e reconhecido pelo governo federal. Foi a Secretaria do Tesouro Nacional, do Ministério da Fazenda que deu aval e aprovou as contas de Minas Gerais para que nós recebêssemos os empréstimos internacionais”, ponderou o tucano.

O governador aproveitou para criticar o governo federal, de onde Hélio Costa saiu recentemente. “Nós todos sabemos que 70% de tudo que se arrecada no Brasil é da União. Ela é que tem a grande gula, o grande apetite. A fome por tributos não é dos Estados nem de Minas”, disse, em resposta a argumento do peemedebista sobre uma possível sanha arrecadadora do governo mineiro.

Aécio como vice de Serra

Anastasia comentou a suposta decisão tomada por Aécio Neves, que teria aceitado ser vice na chapa presidencial do PSDB encabeçada por José Serra. A decisão teria sido confidenciada a amigos de Aécio em São Paulo. O ex-governador está em viagens pelo exterior. “Esse amigo não fui eu. Não é de meu conhecimento. Tenho falado com ele vez por outra nessa ausência. Ele está de férias e tem me reiterado que está muito entusiasmado, que está renovando as baterias e voltará nós próximos dias a Minas Gerais para a campanha ao Senado e para estar ao nosso lado na campanha ao governo. E ajudando aqui o candidato José Serra”, disse Anastasia.

Link da matéria: http://eleicoes.uol.com.br/2010/ultimas-noticias/2010/05/18/apos-criticas-a-gestao-tucana-em-mg-anastasia-cobra-coerencia-de-helio-costa.jhtm

Comente e publique no Facebook

Comentário(s)

1 Comment

  1. terezinha borges
    26/05/2010 at 17:08 — Responder

    caro amigo apoio tudo o que fez e o que ainda vai fazer, va em frente de cabeça pra cima não liga pra os fuxicos; lembre-se jesus tiama
    beijos

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous post

Campanha via satéilite: Hélio Costa será denunciado no TRE pelo PSDB de Minas por propaganda antecipada

Next post

PSDB de Minas em nota oficial repudia conduta do PT e de Hélio Costa em período de pré-campanha eleitoral