Política

Aécio Neves em Juiz de Fora participa das honras militares a Itamar e diz que ex-presidente deixará uma lacuna na política

Aécio Neves afirma que a morte de Itamar Franco deixará uma lacuna na política brasileira

Fonte: Assessoria do senador Aécio Neves

Senador participou das honras militares concedidas durante chegada do corpo do ex-presidente em Juiz de Fora

            O senador Aécio Neves afirmou que a morte do ex-presidente e senador Itamar Franco representará uma grande lacuna para a política brasileira. Aécio Neves participou, na manhã deste domingo, ao lado do governador de Minas, Antonio Anastasia, das honras militares recebidas pelo corpo do senador Itamar Franco na chegada ao aeroporto Francisco Álvares de Assis, em Juiz de Fora. O senador apresentou seu pesar às filhas do ex-presidente, Georgiana e Fabiana, e a amigos e parceiros de trabalho que acompanharam de perto toda a vida pública de Itamar.

            Aécio Neves destacou que a retidão e a coragem de Itamar Franco em defender seus princípios servirão de exemplo para as próximas gerações políticas do país.

            “Fiz questão de receber, em solo mineiro, esse brasileiro que, como poucos, tanto honrou Minas Gerais. Minas e o Brasil perderam um dos grandes homens públicos do nosso tempo. Nessa nossa política tão desgastada, tão atacada e tão mal realizada por tantos, Itamar era singular. Uma ausência, uma lacuna que não será preenchida. Itamar foi único no seu tempo. A sua retidão, a sua dignidade pessoal, a sua coragem em defender valores e princípios é um legado para as próximas gerações”, afirmou Aécio Neves.

Homenagem dos mineiros

             O senador destacou a trajetória política do ex-presidente e afirmou que os mineiros souberam reconhecer as virtudes de Itamar Franco, elegendo-o senador da República com mais de 5,1 milhões de votos no ano passado.

            “Itamar foi um homem que, durante toda a sua vida pública, sem qualquer exceção, foi absolutamente fiel a suas convicções, aos seus princípios e aos valores que fazem do Brasil uma sociedade democrática e livre. Eu tenho um orgulho enorme de ter tido a oportunidade de ser seu companheiro e, mais do que as homenagens póstumas, o que para mim é mais valioso foi a grande homenagem que os mineiros fizeram a Itamar nas últimas eleições dando-lhe uma consagradora vitória ao Senado”, afirmou o senador.

            Familiares, amigos mais próximos e autoridades também receberam o corpo do ex-presidente em Juiz de Fora, como os ex-ministros Henrique Hargreaves e Djalma Morais, o ex-presidente de Furnas, Marcelo Siqueira e o prefeito da cidade, Custódio Matos. Os ex-presidentes José Sarney, Fernando Collor e Luiz Inácio Lula da Silva também participaram do velório de Itamar em Juiz de Fora.

            Vindo de São Paulo, onde faleceu, o corpo do ex-presidente chegou à cidade governada por duas vezes por Itamar Franco em avião da Força Aérea Brasileira. Recepcionado por guarda de honra militar, o caixão, coberto com as bandeiras de Brasil e de Minas Gerais, foi transportado para um caminhão do corpo de bombeiros por policiais militares e soldados do Exército. O corpo seguiu em cortejo pelas ruas de Juiz de Fora até a Câmara Municipal, onde será velado até amanhã.

            Itamar Franco receberá as últimas homenagens, na manhã desta segunda-feira, no Palácio da Liberdade, em Belo horizonte. A chegada do corpo do ex-presidente está prevista para as 8h30.

Comente e publique no Facebook

Comentário(s)

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous post

Reinaldo Azevedo: Itamar era controverso, mas não ambíguo moralmente

Next post

Aécio Neves escreve artigo sobre a revisão do rito das medidas provisórias, Congresso Nacional define esta semana novas regras