Política

Aécio Neves em entrevista em Brasília durante homenagem ao Real fala sobre as prévias do PSDB

O senhor já tem um projeto para levar para as prévias? O senhor falou em uma série de pontos, como por exemplo a questão da reforma do Estado. Aquilo já é um prenúncio do que o senhor vai levar para as prévias?

Nós continuaremos a andar pelo país, em eventos conjuntos pelo partido. Eu estou indo a outros eventos aos quais estou sendo convidado, também. Nós vamos intensificar essas viagens daqui por diante. Vamos ter agora Goiânia, depois Recife, depois Fortaleza, ainda no mês de julho.

E nessas andanças eu pretendo sim, levar essas idéias. Acho que o objetivo dessas andanças é formatarmos um novo projeto, pelo menos as linhas fundamentais de um projeto que pode levar o PSDB de volta ao governo. E é um projeto que saia dessa bobagem e absolutamente sem sentido de busca da paternidade dessa ou daquela ação. Quem fez mais, fomos nós ou o governo do PT? Todos fizemos no nosso tempo alguma coisa. Se avançou muito nesses últimos 16 anos, incluindo o Governo Itamar.

A população brasileira não quer saber quem fez mais, quer saber o que ficou por fazer. O que nós temos que fazer a partir de 2010. Ou nós vamos continuar com esse ambiente conflagrado, onde quem perde eleição vai para a oposição negando tudo que pregava antes, porque aquilo poderia beneficiar o governo eleito, ou vamos construir com maturidade uma agenda nova para o Brasil?

Quando me referi ali ao senador Mercadante, talvez não será na eleição, aí ficamos opostos, mas se eles acham que a reforma tributária é importante, por exemplo, se eles perderem as eleições eles serão contra a reforma tributária, como estiveram contra a da Previdência quando nós éramos governo? E se eles vencerem, nós vamos estar contra porque a proposta é deles?

Não, acho que o Brasil não quer mais viver essa luta política desenfreada e sem sentido. Então cada um vai apresentar as suas propostas, e acho que nós, mesmo se não vencermos as eleições, temos compromisso com a agenda que nós pregarmos na eleição. É essa que começo a pregar junto ao partido.

O senhor está animado para vencer essas prévias?

Estou muito animado. Onde tenho andado, recebo só motivação, só estímulo. É um projeto que vai ser enfrentado por nós no tempo certo, sem antecipações desnecessárias, e o partido regulamentou as prévias, já demos um passo consistente. Elas ocorrerão a partir de dezembro, muito provavelmente em janeiro ou fevereiro, mais provavelmente em janeiro.

Comente e publique no Facebook

Comentário(s)

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous post

Aécio comenta discurso do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso durante a solenidade

Next post

Aécio Neves participa no Congresso Nacional de evento que comemora 15 anos do Plano Real