Aécio CunhaPolítica Pública

Governo Aécio Neves investe na melhoria da Rota Turística dos Lagos, proposta é transformar a região em um dos principais atrativos de Minas

O planejamento de novas obras e as já executadas ou em andamento para a melhoria dos acessos rodoviários aos municípios que integram a Rota Turística dos Lagos foram apresentados aos prefeitos da região,  sábado (5), durante reunião da Associação dos Municípios do Lago de Furnas (Alago), com a participação do vice-governador professor Antonio Anastasia. Dessa forma, o Governo Aécio Neves dá um importante passo para melhorar a infraestrutura da região e consolidar um dos mais importantes atrativos turísticos de Minas

”É um plano de médio prazo, de asfaltamento completo da infraestrutura ao redor do Lago de Furnas. Para que o turismo seja fomentado, desenvolvido, é importante que nós tenhamos o asfaltamento dessas estradas. O valor é alto (cerca de R$ 300 milhões), mas tem de começar a fazer, aos poucos”, explicou o vice-governador.

Numa primeira etapa da nova proposta, estão sendo aplicados R$ 3,27 milhões na elaboração dos projetos de engenharia de 125 quilômetros de estradas na região do Lago de Furnas. De acordo com o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER-MG), os projetos contemplam os trechos de Boa Esperança-Campo do Meio-Itaci-Carmo Rio Claro, com 62,4 quilômetros; e, Pimenta-Entroncamento BR-265 (Guapé), com 44 quilômetros, ambos com conclusão prevista para setembro de 2010; e, Bom Jesus da Penha-Nova Resende, com 19 quilômetros, que deverá estar pronto ainda este ano. Os projetos são minuciosos e fundamentais para que se tenha a exata dimensão da obra, inclusive custos para garantir os recursos, o que evita sua paralisação. Numa segunda etapa, outros 131 quilômetros serão trabalhados.

O Governo Aécio Neves já contempla 75% dos municípios abrangidos pela Alago com programas desenvolvidos pelo DER-MG, como o ProMG, que compreende a recuperação e manutenção do acesso existente, e o ProAcesso, que tem o objetivo de construir a rodovia asfaltada de municípios que só possuíam ligação por estrada de terra. Pelo ProMG, as intervenções já somam 1.897,2 quilômetros, com investimento de R$ 212,1 milhões. A partir da conclusão de outros contratos na região, a previsão é de que 2.018,9 quilômetros estarão recuperados e mantidos por meio do ProMG. As obras do ProAcesso nos trechos Camacho-Itapecerica, com 20,6 quilômetros, e São José da Barra à MG466, com 5,9 quilômetros, foram concluídas em 2008 e 2007, respectivamente.

Monte Verde

Ainda neste sábado (5), em Monte Verde, distrito de Camanducaia, Sul de Minas, o vice-governador professor Antonio Anastasia se reuniu com empresários e lideranças políticas com a finalidade de ouvir as demandas locais. Na oportunidade, professor Anastasia anunciou a liberação de recursos para a pavimentação completa da estrada que liga Camanducaia a Monte Verde, uma das principais solicitações dos empresários, que vêem a melhoria da rodovia como mais um atrativo turístico, carro chefe da economia regional.

Em discurso, professor Anastasia parabenizou a sociedade local pela ousadia e criatividade em construírem, nas montanhas de Monte Verde, uma maravilhosa infraestrutura turística. Ele destacou uma característica do governador Aécio Neves, que é a de desenvolver políticas públicas para todas as regiões do Estado, sem distinção. “A missão do Governo de Minas é dar qualidade de vida aos mineiros e vejo que aqui as oportunidades são vastas”, disse.

O vice-governador também afirmou que será feito o possível para viabilizar recursos para obras de pavimentação do calçadão central de Monte Verde e do restante das vias que ligam o centro aos bairros, dentro do planejamento financeiro do Governo do Estado. Conforme ressaltou Anastasia, o turismo é uma fonte muito grande de receita. Ele acredita que para avançar ainda mais essa atividade em Minas é necessário continuar o plano de governo que, por determinação do governador Aécio Neves, prioriza ações de melhoria da infraestrutura física do Estado. “Já fizemos muito; faremos mais ainda”’, garantiu. E completou: “Não só a questão de saneamento, já está em curso, como, em especial, essa questão da qualificação, do treinamento, do financiamento dos empreendimentos turísticos e, agora, também como esse tema importantíssimo que é a infraestrutura rodoviária”.

Para atrair mais e novas oportunidades de negócios e empregos de qualidade, inclusive por meio do Turismo, o Governo de Minas investe contínua e sistematicamente na infraestrutura do Estado, sempre em parceria com os municípios. Esse plano de Governo foi colocado em prática em 2003 e é avaliado anualmente, desde então. São recursos exclusivamente para investimentos, sem contar os destinados a custeio e manutenção dos serviços.

Dentre eles, destacam-se mais de R$ 7 bilhões na área da energia elétrica, para ampliar a eletrificação rural, iluminação de campos de futebol, instalação de novas subestações, entre outros desenvolvidos pela Cemig. Em saneamento básico, nos últimos anos foram aplicados R$ 4 bilhões, sendo R$ 1,4 bilhão nos sistemas de abastecimento de água e R$ 2,6 bilhões nos sistemas de esgotamento sanitário, por meio da atuação da Copasa. Até 2011, a previsão é de que sejam investidos mais R$ 3,2 bilhões nesses sistemas. Para a melhoria dos acessos rodoviários, os investimentos do Governo de Minas somam R$ 3,27 bilhões, aplicados nos programas ProMG e ProAcesso. Já no Programa de Adequação, Ampliação e Melhoria Aeroportuária (Proaero), que visa a prover de acesso aeroviário todas as regiões do Estado, os investimentos alcançam R$ 206 milhões, sendo R$ 169 milhões do Governo de Minas e R$ 37 milhões da União.

Lançado em 2007 e concluído em 2008, com a instalação de telefonia celular nas 412 sedes de municípios mineiros que não contavam com esse importante instrumento de comunicação, o Programa Minas Comunica exigiu investimentos do Governo de Minas da ordem de R$ 163,5 milhões. A inédita negociação com as principais empresas do setor permitiu a chegada do celular em cidades menores e poucas atrativas em termos de retorno ao investimento privado.

Comente e publique no Facebook

Comentário(s)

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous post

Merval Pereira faz análise sobre a dificuldade do PSDB nacional chegar a um consenso sobre o candidato ideal para 2010

Next post

Charge da CBN: A tentativa de casamento entre Aécio Neves e José Serra com a social democracia brasileira