FraudeGasto PúblicoGestãoGoverno

Mensalão do PR: Controladoria Geral da União vai devastar contratos do DNIT, Aécio diz que Ministério Público deve ser acionado para apurar as denúncias

Dilma manda investigar Ministério dos Transportes

Fonte:  Aline Labbate e Magali Simone – O Tempo

Oposição quer convocar ministro Nascimento para se explicar no Senado

Brasília. A Controladoria Geral da União (CGU) informou em nota que, por determinação da presidente Dilma Rousseff e solicitação do Ministério dos Transportes, fará “análise aprofundada e específica em todas as licitações, contratos e execução de obras que deram origem às denúncias recentes sobre irregularidades no âmbito do Ministério dos Transportes e órgãos a ele vinculados”. Na nota, divulgada à imprensa ontem, a CGU reconhece que a área tem um histórico de irregularidades no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

O ministro Alfredo Nascimento também divulgou ontem nota na qual informa que foi instituída uma comissão de sindicância investigativa para apurar as supostas irregularidades na pasta. A decisão será publicada hoje no “Diário Oficial da União”. Foi estabelecido o prazo de 30 dias para a conclusão da investigação. Para a condução dos trabalhos da comissão foram designados três servidores.

A auditoria acontecerá após reportagem da revista “Veja”, que publicou que representantes do PR, partido ao qual pertence o ministro Alfredo Nascimento e a maior parte da cúpula do ministério, funcionários da pasta e de órgãos vinculados teriam montado um esquema de superfaturamento de obras e recebimento de propina por meio de empreiteiras.

Ainda na manhã de ontem, Dilma Rousseff manifestou sua confiança em Nascimento. Segundo nota divulgada pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República, o ministro permanecerá no cargo e é o responsável pelo processo de apuração das denúncias.

Em uma reação imediata à declaração da presidente, a oposição decidiu tentar convocar o ministro para falar no Senado. Requerimento assinado pelo senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB) e pelo líder tucano, Alvaro Dias, solicita a convocação de Nascimento e o convite de Luiz Antonio Pagot, diretor geral do Dnit – um dos afastados no sábado por Dilma. Os pedidos serão votados na quinta, na Comissão de Infraestrutura.

Mineiros defendem apuração das denúncias
Para o senador tucano Aécio Neves, as denúncias sobre o Mensalão do PR são muito graves e o afastamento do ministro seria positivo, mas “há instrumentos, como o Ministério Público, que devem ser acionados para garantir a profunda investigação dos fatos”.

O senador Clésio Andrade (PR) também concorda com a apuração das denúncias, mas afirma que o ministro é de confiança de todo o PR e da presidente Dilma Rousseff. “Até agora não se tem nada que possa ser falado dele”, afirmou.

Para Carlos Melles, secretário de Estado de Transporte e Obras Públicas de Minas Gerais, “a presidente está conduzido as apurações com o necessário rigor”, mas “crise era esperada e não é novidade”.

Comente e publique no Facebook

Comentário(s)

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous post

Dilma não afasta Ministro dos Transportes e Alfredo Nascimento irá ao Congresso para explicar denúncia de esquema de comissão em obras do DNIT

Next post

Marcus Pestana: Pacto federativo, royalties e equidade - quadro é escandalosamente desequilibrado e injusto