Antonio Anastasia

Agraciados pela Medalha da Incofidência concedido pelo Governo de Minas falam sobre a importância do evento

Ministra do STF, Cármen Lúcia Antunes Rocha

“A Inconfidência Mineira representa os ideais de todo os tempos e nós temos o dever de pensar no que foi, no que é e no que queremos que seja o país em que vivemos. Liberdade significa a essência do ser humano. Precisamos ter outro Tancredo Neves, precisamos ter os exemplos dele para os que vierem depois de nós.”

Ministro da Justiça, Luiz Paulo Teles Ferreira Barreto

“É a importância de Minas em um dia significativo, o dia de Tiradentes e também o dia da inauguração de Brasília por um presidente mineiro. É o Brasil que faz festa no dia 21 de abril e, aqui em Minas, a festa é mais intensa, lembra a Inconfidência Mineira, o sonho de liberdade que o Brasil inteiro deve cultuar e sempre renovar.”

Presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Alberto Pinto Coelho

“Esse é um momento singular, uma festa cívica do maior alcance e da maior importância, que resgata permanentemente o sentimento de brasilidade, de mineiridade, dos compromissos e dos valores perenes de Minas.”

Prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda

“O 21 de Abril é uma reafirmação da nossa identidade, das nossas origens, da nossa história. Do ponto de vista da luta pela independência brasileira, a Inconfidência Mineira foi o fato mais marcante, influenciada pela Revolução Francesa, pela independência americana. Certamente o Brasil estaria muito melhor se tivesse sido um movimento vitorioso.”

Deputado federal Humberto Souto

“A cerimônia tem enorme significado pelo que Tiradentes passou a simbolizar em termos de cidadania e democracia. E essa é a essência de Minas, baluarte de todos os movimentos libertários que o Brasil teve.”

Presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Sérgio Resende

“Como presidente do Tribunal, é a última cerimônia de que participo. Mas, como mineiro, quero continuar participando sempre. Tancredo já dizia que a liberdade é o segundo nome de Minas Gerais e é por isso que sempre nos emocionamos com essa festa cívica.”

Reitor da PUC-Minas, Dom Joaquim Mol Guimarães

“A Inconfidência Mineira significa a liberdade dos povos. A luta pela liberdade de Minas Gerais como marca registrada, como espécie de paradigma do modus de vida do povo mineiro, acaba se expandindo para todo o país.“

Procurador-Geral de Justiça, Alceu Marques

“A Inconfidência tem um significado de liberdade, de autonomia, e, mais importante, um significado do compromisso do povo mineiro com as origens do nosso Estado, de nossa luta contra a tirania.Também homenageamos Tancredo, que representa o melhor da política mineira, representa conciliação, convergência. Foi um grande estadista, um grande exemplo para o Brasil.”

Mauro Mendonça, ator (mineiro de Ubá)

“Me sinto um mineiro bastante orgulhoso. Acho muito oportuno falar em liberdade, primeiro para homenagear e não esquecer jamais do sacrifício de Tiradentes na comemoração do 21 de Abril. Depois, pela bela homenagem aos 100 anos de Tancredo Neves.”

Odilon Wagner, ator

“Na minha vida tenho como entendimento que a única saída para o mundo é o entendimento, é a fraternidade e a liberdade. Então, agora, mais do que nunca, vou andar com essa medalha aqui no meu coração, tentando botar em prática tudo aquilo que ela me inspira e o que ela significa.”

Carlos Nunes, ator

“Tenho aprendido na minha vida que melhor do que receber uma medalha é merecer uma medalha. E fico muito feliz se o nosso governador, que tanto admiro e respeito, acha que mereço essa medalha pelo trabalho que tenho feito em Minas. Só tenho que agradecer e lembrar do nosso saudoso Tancredo Neves, que tanto fez por este país.”

Cris do Morro, cantor do Aglomerado Santa Lúcia (desenvolve o programa Vozes do Morro e Favela Bela)

“Para mim, um menino que nasceu e foi criado na favela, é uma honra ver que o Governo tem dado oportunidade de a gente estar representando. Ele tem visto a favela, o povo favelado com olhos que são olhos sensíveis. Hoje não vivo só no Santa Lúcia, vivo em todas as favelas do Estado. Essa medalha só enriquece o nosso trabalho, só enriquece a nossa vida.”

Luiz Augusto Fernandes da Silva, médico (participou de ação humanitária no Haiti)

“Me sinto muito grato pela oportunidade de ter me engajado numa tarefa humanitária e de poder ter sido útil a uma gama muito grande da população carente do Haiti. Também é uma grande honra receber a medalha, uma oportunidade para a reflexão e pensar na liberdade, inclusive, para servir e para ser útil.”

Rogério Fernandes, presidente da Força Sindical

“É uma honra enorme estar aqui, em nome dos trabalhadores mineiros, brasileiros, recebendo a Medalha da Inconfidência. Liberdade é o berço da cidadania, da igualdade, de um país livre, de uma sociedade que possa realmente buscar os seus anseios, reivindicando os seus direitos. Minas tem sempre buscado o caminho da liberdade, do crescimento do País. E Tancredo Neves foi muito importante para a democracia estar consolidada no Brasil.”

Antônio Jorge, secretário de Estado de Saúde

“A liberdade é o grande legado dos mineiros a toda Nação. Ouro Preto, especialmente, é o berço da liberdade, tem um significado para a nossa democracia. Essa é a solenidade, talvez, mais importantes do País, do ponto de vista do reconhecimento do mérito aos cidadãos que contribuem para a civilidade.”

José Fernando Coura, presidente do Sindicato da Indústria Mineral do Estado de Minas Gerais (Sindiextra)

“A cerimônia tem um significado todo especial, principalmente para alguém que estudou na Escola de Minas de Ouro Preto. Seguramente é o único evento no Brasil que chama à civilidade, à liberdade e ao espírito de patriotismo. Hoje nós podemos dizer e, já dizia Tancredo, que liberdade é o outro nome de Minas.”

Luiz Cláudio Ribeiro, repórter fotográfico do New York Post

“Trabalho em Nova York e moro em Nova York há 24 anos. Ser lembrado pelo meu Estado, voltar ao meu País para ser homenageado numa festa cívica como essa tem um significado muito especial.”

Senador Adelmir Santana

“Minas Gerais representa sempre os ideais de liberdade democrática. Fico muito orgulhoso de receber uma homenagem dessa natureza. A palavra liberdade é muito forte e tem um significado muito importante para o povo mineiro e para o Brasil inteiro.”

Comente e publique no Facebook

Comentário(s)

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous post

Em causa própria: Lula e Celso Amorim oferecem condecoração da Ordem de Rio Branco a suas respectivas mulheres

Next post

Artigo ressalta discrição ética de Aécio Cunha, político tradicional de Minas e pai de Aécio Neves, que nos últimos anos soube se manter longe dos holofotes