Projeto Minas-Rio: Anglo American começa a contratar profissionais para ocupar 1.200 vagas

Fonte: O Globo

Mineradora está abrindo 1,2 mil vagas no Estado do Rio e Minas

Projeto precisa de técnicos, engenheiros e geólogos, entre outros

Com investimentos de US$5 bilhões no projeto Minas-Rio, a Anglo American, um dos maiores grupos de mineração do mundo, começa a contratar profissionais para ocupar 1.200 vagas, que serão preenchidas até o segundo semestre de 2013. É para quando está previsto o primeiro embarque de minério de ferro da companhia.

Hoje, a planta da mina, localizada em Minas Gerais, nos municípios de Conceição do Mato Dentro e Alvorada de Minas, está sendo construída, mas já há processos seletivos em andamento.

- As  vagas são principalmente para  técnicos: de manutenção, segurança,  mineração, entre outros. Mas  também há oportunidades para engenheiros, geólogos, gestores ambientais, além de chances para áreas administrativas e de suporte – explica Claudiana Silva, gerente de RH e Administrativo de Pré-Operação do Projeto Minas-Rio.

Além de Conceição do Mato Dentro e Alvorada de Minas, onde ficam a futura mina, a planta de beneficiamento e a estação de bombas 1 do mineroduto, os 1.200 empregados serão lotados em Santo Antônio do Grama e Tombos, também em Minas Gerais, e São João da Barra, no Estado do Rio, onde vai funcionar a filtragem e o terminal de minério de ferro do Porto do Açu.

- A expectativa  é de  conseguirmos aproveitar  60% de  mão de  obra local.  Mas sabemos  que precisaremos  de mais profissionais qualificados, que poderão vir de vários locais do Brasil – acentua Claudiana.

Para conseguir qualificar os trabalhadores da região, a Anglo American está apostando em uma parceria com o Senai, que instalou uma unidade em Conceição do Mato Dentro e vai oferecer cursos de operador e de mecânico de equipamento de mina e de soldador de instalações industriais, entre outros, com duração de três a seis meses.

- Estão sendo investidos mais  de R$16 milhões no projeto de capacitação da  comunidade. Os melhores alunos dos cursos serão  admitidos na  empresa  – afirma  Claudiana, ressaltando a  dificuldade de  se encontrar bons  técnicos no mercado atualmente.  – É  um profissional  muito disputado,  porque grande  parte pula  direto do  ensino médio  para a universidade. Por conta da escassez de mão de obra, os salários dos técnicos estão ficando mais altos.

Além de engenheiros, a demanda por profissionais da geologia está sendo sentida.

- É o maior mineroduto do mundo: 525 quilômetros, passando por 32 municípios mineiros e fluminenses.

As 1.200 vagas não estão ainda todas disponíveis, mas começam a surgir com o avanço do cronograma de obras. Quem tiver interesse em trabalhar no projeto, já pode cadastrar currículo no sitewww.angloamerican.com.br.

- A grande maioria dos profissionais já entra em 2012 – diz a gerente de RH, acrescentando que, após o cadastro no site, os interessados podem ser convocados para entrevista. – Há uma bateria de avaliações para cada categoria de cargos, com prioridade à segurança.

SAIBA MAIS SOBRE AS VAGAS

VAGAS: Até o segundo semestre de 2013, a Anglo American vai contratar 1.200 profissionais. Há vagas para técnicos, operadores, engenheiros e geólogos, assim como para as áreas de planejamento, manutenção de mina e usina, gestão ambiental, gestão de processos, gestão de projetos, infraestrutura, segurança empresarial, mineroduto e filtragem. Interessados devem se cadastrar no sitewww.angloamerican. com.br, clicando no link “Carreira”.

LOCAL: Os contratados poderão ser alocados em Belo Horizonte, Conceição do Mato Dentro, Alvorada de Minas, Santo Antônio do Grama e Tombos, Minas Gerais, ou em São João da Barra, Estado do Rio.

PROJETO: A empresa investe US$ 5 bi na implantação do Minas-Rio para produzir 26,5 milhões de toneladas/ano de minério de ferro. O projeto inclui a mina de minério de ferro e unidade de beneficiamento em Conceição do Mato Dentro e Alvorada de Minas, Minas Gerais; o mineroduto com 525 quilômetros de extensão e que corta 32 municípios mineiros e fluminenses; e o terminal de minério de ferro do Porto de Açu, no qual a Anglo American é parceira da LLX (com 49%), em São João da Barra.

Comente e publique no Facebook

comentários

1 Comentário… add one

  • APS 10/02/2012, 17:20

    iiiiii estou a 4 anos na espera……não dei sorte……possuo nível superior e tecnico…..como é difícil este Brasil.

    Reply

Comente

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
Your SEO optimized title page contents