Projeto Minas-Rio: Anglo American revê cronograma

Projeto Minas-Rio: Anglo American adia em um ano embarque de minério de ferro. Chuvas e decisão da Justiça são obstáculos.

Projeto Minas-Rio: Anglo American

Fonte: Carolina Pereira – Brasil Econômico

Anglo American enfrenta fase difícil e revê provisões

Em meio a paralisações determinadas pela Justiça do Projeto Minas-Rio e chuvas na região, primeiro embarque de minério de ferro é adiado para 2014. Lucro cai 70%

Projeto Minas-Rio: Anglo American revê cronograma

Projeto Minas-Rio: Anglo American revê cronograma

Questões legais e fortes chuvas enfrentados pela Anglo American durante o andamento do projeto Minas-Rio já começam a refletir no cronograma da obra, orçada em R$ 5,8 bilhões. A empresa adiou em um ano a data do primeiro embarque de minério de ferro, de 2013 o primeiro semestre de 2014.

Segundo a companhia, a nova data é válida apenas “se todos os desafios não controláveis enfrentados desde o final de 2011 forem resolvidos até o final deste ano”. Desde março, a companhia vem enfrentando a justiça de Minas Gerais, que determinou a interrupção das intervenções no solo da mina de Conceição do Mato Dentro (MG), onde há suspeitas de dano ao patrimônio arqueológico.

Ainda em março, a Anglo American conseguiu uma liminar para retomar parte da obra ao apresentar um estudo da consultoria Scientia dizendo que não há danos ao local. Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), nesta semana a liminar será analisada pelo desembargador Barros Levenhagen, que irá emitir um relatório. O documento será analisado por mais dois desembargadores, que irão determinar se a liminar será mantida.

Outra determinação Judicial também mantém paralisada a implantação da linha de transmissão que concederia energia elétrica à usina de beneficiamento do empreendimento. Além disso, segundo comunicado enviado pela Anglo American, “o Projeto Minas-Rio enfrenta questões envolvendo cavidades na área de implantação, bem como dificuldades de acesso a terras em certos trechos”.

A mina de Conceição do Mato dentro inclui a criação do maior mineroduto do mundo, com 525 quilômetros. O projeto Minas-Rio prevê também a construção do terminal de minério de ferro do Porto de Açu, em São João de Barra (RJ), com a LLX. “Temos trabalhado para conseguir autorizações e licenças Para o projeto em um ambiente esafiador”, afirma a CEO Cynthia Carrol no relatório de resultados semestrais.

Impacto

A Anglo afirma que concluirá até o fim do ano um estudo sobre o impacto financeiro da revisão do cronograma. Enquanto isso, a empresa vê seu lucro do primeiro semestre do ano cair 70% em relação ao mesmo período de 2011, totalizando US$ 1,2 bilhão, sob influência de quedas nos preços e aumento dos custos.

Projeto Minas-Rio: Anglo American – Link da matéria: http://www.brasileconomico.ig.com.br/assinaturas/epapers/login.html

Comente e publique no Facebook

comentários

0 Comentários… add one

Comente

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
Your SEO optimized title page contents