EconomiaInvestimentosMinas Gerais

Minas está na briga para ganhar nova unidade de produção de veículos da Volkswagen

Fonte: Folha de S.Paulo

Volkswagen negocia com seis Estados

Montadora confirma ‘levantamentos preliminares’ para decidir onde instalará nova fábrica de veículos no país

São Paulo e Paraná, onde a empresa já têm unidades, disputam com Pernambuco, Rio, Minas Geraise Bahia

A Volkswagen do Brasil confirmou que faz levantamentos preliminares em seis Estados do país onde poderá instalar sua nova unidade de produção de veículos.
São Paulo e Paraná-onde a montadora já têm fábricas- estão na disputa com Minas Gerais, Bahia, Pernambuco e Rio de Janeiro. A empresa, porém, não confirma os outros quatro Estados.

Segundo a assessoria da montadora, a nova fábrica no país teria como objetivo aumentar a produção diária de veículos para tirar proveito do crescimento nas vendas que se prevê para o setor nos próximos anos. A Volkswagen tem três fábricas de veículos no país e produz, por dia, 3.500 unidades. A intenção da montadora é elevar em até 1.000 carros a fabricação diária.

Além das três fábricas, a empresa tem uma unidade de produção de motores e outra de caminhões e ônibus. Na semana passada, a direção da marca anunciou investimentos de R$ 8,5 bilhões no país até 2016. O anúncio foi um ajuste ao plano de investimento de 2009, que previa R$ 6,5 bilhões até 2014.

Outras montadoras também fizeram anúncios recentes de novas unidades. A Renault-Nissan investirá R$ 3,1 bilhões na ampliação da fábrica em São José dos Pinhais (PR) e na construção da primeira unidade da Nissan no Brasil, em Resende (RJ).

A chinesa JAC também definiu o local de instalação da sua fábrica no país. A unidade será construída na Bahia. A coreana Hyundai está construindo sua primeira fábrica no Brasil em Piracicaba (SP), e a chinesa Chery também confirmou sua unidade em Jacareí (SP).

Comente e publique no Facebook

Comentário(s)

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous post

Marcha contra a corrupção: Igreja e Maçonaria se unem à população contra ações do Governo do PT, UNE se omite

Next post

Censura no Brasil e o "controle social da mídia": "Se quiseram censura, é porque sabiam que tinham de esconder alguma coisa", comentou Carlos Brickmann em artigo