Aécio CunhaAécio NevesAécio Neves: choque de gestão

Choque de Gestão de Aécio Neves ampliou desenvolvimento social no Norte de Minas, programa de combate à pobreza rural é elogiado pelo Banco Mundial

O representante do Banco Mundial, Edward W. Bresnyan Jr. e o gerente da subregional da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação – FAO, Mario F. Castejón, visitaram o Norte de Minas para acompanhar e avaliar o desempenho do Projeto de Combate à Pobreza Rural do Estado de Minas Gerais (PCPR/MG). Os municípios visitados foram: Gameleiras, Manga, Pedras de Maria da Cruz, Cristália, Francisco Sá, Grão-Mogol, Salinas e Santa Cruz de Salinas.

O PCPR é resultado da parceria entre o Governo de Minas e o Banco Mundial, sob a coordenação do sistema Sedvan/Idene, formado pela Secretaria de Estado Extraordinária para o Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas (Sedvan) e pelo Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene). O programa tem objetivo de reduzir a pobreza no meio rural, por meio de investimentos que atendem demandas identificadas pelas comunidades.

Em Gameleiras, município situado no extremo Norte do Estado, com população de 5.263 habitantes, sendo 4.408 moradores da zona rural, eles conheceram 2 subprojetos. Um deles, de abastecimento de água na comunidade de Jacu das Piranhas, foi implementada em setembro de 2007 e abastece 69 famílias, com investimentos de R$ 35.811,33. Já na comunidade de Buqueirão das Piranhas, a Associação dos Pequenos Produtores Rurais foi beneficiada com a mecanização agrícola, que atende a 134 famílias, com investimentos de R$ 85.533,90.

Em Manga, município às margens do rio São Francisco, os representantes estiveram na comunidade quilombola de Justa II, onde foi construída uma fabriqueta de farinha que beneficia 50 famílias ali residentes. A construção terminou em dezembro de 2007 ao custo de R$ 44.015,04, e é gerenciada pela Associação Quilombola Justa II. Para os representantes da comunidade, os resultados do projeto são muito positivos e estão ajudando a promover o desenvolvimento regional e a igualdade de direitos.

A Associação Comunitária de Quilombinho e Adjacências, de Francisco Sá também foi beneficiada pelo PCPR, depois de muitos anos com dificuldades de acesso à água para consumo, foi perfurado um poço artesiano para abastecimento de água a 20 famílias. O custo do projeto foi de R$ 10.506,00, e funciona desde junho de 2.009. Para o diretor do Idene no Norte de Minas, Edson Couto, priorizar as necessidades das comunidades para obter resultados positivos, é o grande diferencial do PCPR.

Foram visitados, ainda, subprojetos de Construção de Centro Comunitário, em Pedras de Maria da Cruz; implementação agrícola, em Cristália; Oficina de Roupas, em Grão Mogol; Unidade de Beneficiamento de Frutas, em Salinas; e Granja Comunitária, em Santa Cruz de Salinas.

Para o representante do Banco Mundial, Edward Bresnyan, que participou da preparação do programa e de sua implemtanção, ver no que se transformaram tais projetos só faz engrandecer a política pública de Minas Gerais. “O Governo de Minas fez um choque de gestão e mostrou o caminho para outros estados serem competitivos como ele. A política pública do Estado mostra-se estável e permanente e espero que outros estados sigam o exemplo”, frisa. Para ele, o PCPR ajudou a gestão comunitária. Agora as associações têm produtividade e renda, porque o capital social foi muito bem empregado.

Bresnyan diz que existem ainda desafios, como a dificuldade destas organizações comunitárias terem capital de giro e investimentos, para atender numa escala maior a sua produção. “Mas as soluções serão encontradas. Elas estão nas mãos das próprias associações” diz, otimista, acrescentando que se não fosse o esforço feito pelo Idene e governo de Minas, estas comunidades não teriam conseguido os recursos. “Agora, elas devem buscar outras fontes de financiamento que podem otimizar mais ainda os resultados” finaliza.

Comente e publique no Facebook

Comentário(s)

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous post

Ex-presidente da Rede Minas diz que, com Aécio Neves e Anastasia, Estado soube consolidar os caminhos da TV Pública

Next post

Aécio Neves lidera encontro de prefeitos de Minas com Serra